CAPITAL CORP. SYDNEY

73 Ocean Street, New South Wales 2000, SYDNEY

Contact Person: Callum S Ansell
E: [email protected]
P: (02) 8252 5319

WILD KEY CAPITAL

22 Guild Street, NW8 2UP,
LONDON

Contact Person: Matilda O Dunn
E: [email protected]
P: 070 8652 7276

LECHMERE CAPITAL

Genslerstraße 9, Berlin Schöneberg 10829, BERLIN

Contact Person: Thorsten S Kohl
E: [email protected]
P: 030 62 91 92

CEO do Custo Brasil participa de debate com o Instituto Unidos pelo Brasil

Notícias

O presidente da Unecs e da CACB, George Pinheiro, participou nesta segunda-feira (19) de um debate promovido pelo Instituto Unidos pelo Brasil, que convidou Jorge Lima, CEO do Projeto Custo Brasil, da Subsecretaria Ambiente de Negócios e Competitividade do Ministério da Economia.

De acordo com Lima, o projeto nasce da necessidade de evitar que o Brasil jogue fora, anualmente, cerca de R$ 1,5 trilhão. O valor em questão é fruto de um estudo realizado por algumas entidades ainda no governo Temer, para avaliar o peso que os custos tinham para o país. “Seja por falta de infraestrutura, de reformas, burocracia ou qualquer outra coisa”, disse.

Durante o bate-papo, o CEO foi insistente em dizer que a participação do setor produtivo nesse processo é fundamental. “Não adianta vocês não participarem e a turma de cá, do governo, querer escrever as coisas se quem conhece o dia a dia das empresa são vocês. Estamos coletando de cada setor seus desejos e necessidades para o projeto. Já recebemos 1333 sugestões, sendo que 925 afetam diretamente as empresas”, apontou.

Em outro ponto da conversa, Lima explicou que o trabalho será divido entre aquilo que precisa passar pelo Congresso e aquilo que dá para fazer através de documentos do próprio Executivo. “É um projeto apolítico, par ao bem do país, e que está sendo construído com vocês, baseado em teses, sabendo onde, como e por que vamos mexer, além do que vamos ganhar ou perder com cada ação.”, declarou.

De acordo com o presidente do movimento, Nabil Sahyoun, o Instituto Unidos pelo Brasil já conta com 92 empresários de todo o Brasil, com a perspectiva de que este número chegue a 200 até o fim do ano. “Vamos crescer, construir uma sede e uma estrutura profissional para que possamos trazer o Legislativo para nossos debates e acelerarmos projetos liberais, precisamos disso para fazer o Brasil acontecer”, completou.

Deixe um Comentário